Buscar no site

03/jun/2009

Um Sentir em Goyaz Velho

Autor(a): Jason Jair Frutuoso

Me sinto quase completamente feliz,
seria agora um felizardo,
não fosse a tristeza que sinto,
por saber que hoje em dia,
não se faz Bandeirantes como antigamente.

Sou alegre por inteiro,
só me falta uma parte
do meu prazer.
Seria todo prazeroso,
se o mundo ainda moroso,
fizesse obras como Goyaz,
criasse Coras, Coralinas.

Se a vida ainda caminhasse devagar,
para o poder do criador
não apagar.
Para a voz da poetiza
não calar.
Para a alma do escritor
não esvaziar.
Para a essência da vida
nutrir sempre de conteúdo
a mente do criador,
a voz do poeta,
as mãos do artista,
a alma do escritor.
Para Corar o rosto e a alma
das mulheres de Goyaz,
para fazê-las todas,
Coras,
Coralinas!


Do livro Pedaços de Alma

 
Design: Fábrica de Criação   |   concrete5 - open source CMS © 2017 Jason Jair Frutuoso.    Todos direitos reservados.