Buscar no site

01/dez/2013

Deus do futebol?

Autor(a): Jason Frutuoso

 

Com calos nos ouvidos, de tanto ouvir comentaristas esportivos falarem sobre “Deus do futebol”, assisto agora meu time ser condecorado campeão brasileiro de 2013.

Confesso que não acredito nesta história de um Deus para cada coisa, mas se Deus servisse ao futebol, certamente ele ficaria muito feliz ao ver seus filhos brincando de bola, como os pais aqui da aterra que se enchem de orgulho ao verem seus filhos batendo uma bolinha; alguns orgulham seus filhos jogando com eles.

Acredito mesmo que o Deus que conheço, gosta de ver as surpresas deste esporte: Os melhores ganham o campeonato, mas os pequenos podem ganhar de grandes sem nenhuma cerimônia. Enquanto pintamos a vida com as cores do campeão, o Bahia festeja e, com razão, sua façanha de poder permanecer na elite do futebol no ano que vem. E está quase comprovado que alguns grandes vão cair.

Quanto ao amigo, torcedor, de qualquer outro esquadrão, por favor, reconheça nossa bravura e nossa vitória! Ano que vem, se meu time não conseguir o tetracampeonato, eu prometo lhe dar o abraço do reconhecimento e, se for o caso, até mesmo engraxar suas botas, para continuar sendo seu amigo.

E que o futebol continue sendo esta guerra do “faz de conta”, onde todos lutam, mas ninguém deve se ferir ou morrer.

 
Design: Fábrica de Criação   |   concrete5 - open source CMS © 2017 Jason Jair Frutuoso.    Todos direitos reservados.